Novo golpe alerta polícia de Nova York: criminosos ameaçam infectar pessoas com coronavírus se não forem pagos

O Departamento de polícia de Nova York está preocupado com um novo tipo de golpe na internet: criminosos virtuais estão ameaçando infectar pessoas e suas famílias com o novo coronavírus se elas não pagarem uma determinada quantia, em dinheiro ou criptomoeda. O site americano "Daily Beast" divulgou o esquema de chantagem depois de ter acesso a um documento confidencial do NYPD.

Com o nome "Golpes e fraudes que exploram a Covid-19 com probabilidade de continuar", o documento diz que “a pandemia criou um ambiente propício para atividades fraudulentas, com criminosos usando o vírus para perpetrar uma vários tipos de extorsão. Em todo o mundo, a Internet foi inundada por golpes de phishing com o assunto Covid-19 em que criminosos tentam capitalizar os temores relacionados ao vírus para obter ganhos financeiros".

Entre eles, está o novo golpe de chantagem, que vem tendo menos sucesso que os outros porque é um pouco mais forçado, segundo disse o vice-comissário de Inteligência e Contraterrorismo do NYPD, John Miller, ao "The Daily Beast". "Mas está jogando com o medo das pessoas", acrescentou ele: "Os bandidos compram os nomes e as senhas em massa da dark web. Se você enviar 300.000 desses e-mails, precisará apenas de algumas pessoas para se interessar, obtendo um bom lucro por muito pouco investimento". A reportagem, porém, diz que um detalhe da chantagem "não está claro": como os golpistas realmente infectariam as pessoas. "Falamos sobre isso para que as pessoas o reconheçam se receberem um e-mail desses", afirmou Miller: "Elas também precisam saber que essa pessoa não invadiu o computador, não teve acesso a todas as informações e que a fraude depende de gente que acredita que essas alegações são verdadeiras".

Para Jeremy Kennelly, gerente de análise da Mandiant Threat Intelligence, uma empresa de segurança cibernética, há pessoas que podem levar a sério a ameaça, por mais que ela não pareça real. "Você suspeitaria da ideia de que alguém vai infectá-lo e a sua família se você não pagar uma quantidade X de bitcoin, é um pouco ridícula. Mas isso não significa que, com a ansiedade latente em torno da Covid-19, não haja certas pessoas que possam ser vítimas disso”, declarou ao site. O conselho dele é simples: “A única coisa correta a fazer é excluir o e-mail. Não há motivo para interagir com o remetente. Você deve excluí-lo e redefinir suas senhas”.

Gostou deste artigo? Mantenha-se informado juntando-se à nossa newsletter!

Comentários

Você precisa estar logado para postar um comentário.

Sobre o Autor